Warning: include_once(/home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase1.php): failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/advanced-cache.php on line 20

Warning: include_once(): Failed opening '/home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase1.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/advanced-cache.php on line 20
Como lidar com a tristeza? – Conselhos para Meninas

 

Vivemos em um mundo que vive em busca da felicidade a todo custo. E quando não desfrutamos de alegria ou felicidade, pelo menos queremos que as pessoas pensem que estamos felizes. É só passar um tempinho no Instagram que você terá a impressão de que todos seus amigos são felizes e vivem uma vida quase perfeita. Talvez o seu próprio feed seja um cartaz de uma vida aparentemente maravilhosa. 

Por trás das redes, no entanto, vemos uma realidade contraditória. Quando olhamos para os índices e estatísticas, eles apontam para outra direção. Segundo o boletim epidemiológico do ministério da saúde, por exemplo, o suicídio é a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e muito se tem falado sobre o crescimento constante de consumo de medicamentos antidepressivos e estabilizadores de humor, que só no comparativo de 2020-2021 teve um aumento de 17%.

Onde o povo de Deus se encontra no meio dessa contraditória realidade? A Bíblia fala muito sobre alegria, gozo eterno, regozijo e felicidade. Mas a verdade é que ser crente não nos livra de experimentar tristeza e muito menos depressão. Você crê nisso? Tenho presenciado muitos casos no contexto de igreja local em que pessoas tentam esconder sua tristeza, como se fosse algum tipo de pecado ou indício de impiedade. Elas não buscam ajuda no corpo de Cristo por acharem que serão julgadas, e algumas nem mesmo creem que a Bíblia oferece algum tipo de ajuda real para o sofrimento real. Assim, acabam muitas vezes se afundando em remédios e filosofias centradas no homem, que não libertam o coração e nem mesmo trazem esperança.

Ao contrário disso, o evangelho abraça a tristeza e até mesmo busca se identificar com o sofrimento como forma de amor. A tristeza não precisa ser vivida solitariamente, no escuro vazio do seu quarto. Deus deseja manifestar seu amor por nós através da Sua Palavra e do corpo dEle, a igreja, estando conosco e nos dando esperança em tempos de tristeza! Recentemente fui desafiada por uma amiga a ajuda-la a lidar com a tristeza e uma ferramenta muito poderosa foi um estudo que fizemos juntas sobre o Salmo 31. Quero compartilhar alguns elementos desse salmo com você e evidenciar o caminho que Davi traçou para percorrer tempos de tristeza.

Davi fala com sinceridade do seu coração e de como se sente

Muitas vezes cremos que nossas orações devem ser bonitas, cheias de palavras difíceis e nunca demonstrando nossa insatisfação ou questionamentos pesados sobre a vida. No entanto, olhando para a oração de Davi no salmo 31 vemos que ele não esconde de Deus sua insatisfação, ele fala como se sente: preso, atribulado, triste, fraco, doente, envergonhado, digno de espanto, esquecido, morto, quebrado, perseguido, excluído, com medo, angustiado e com pressa por alívio… Você é sincera com Deus sobre o que tem passado e sentido? Esse é o primeiro passo para recorrer de verdade ao Senhor! Fale para Ele, mesmo que sejam palavras pesadas ou que demonstrem sua insatisfação!

Davi pede ajuda sem hesitar

Você pede o que deseja a Deus? Veja os pedidos que Davi faz a Deus: ele pede duas vezes para não ser envergonhado, pede três vezes por livramento rápido, pede que Deus incline seus ouvidos, que Deus seja o castelo forte dele, que Deus tire os laços dele, se compadeça, salve, dê misericórdia e esperança. Talvez olhando para esses pedidos, você questione se Davi realmente confiava em Deus. Mas é justamente isso que ele está buscando! Em outras palavras, as circunstâncias e o coração dele estão apontando para o desespero, mas ele está levando tudo isso pra Deus e pedindo a ajuda dEle. Sempre recorro ao texto de Filipenses 4:6-7, pois é nesse texto que temos uma ordem expressa para pedir: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus.” Quando pedimos, o Senhor nos enche de paz! Ao invés de ficar pensando em como resolver seus problemas, simplesmente peça, peça de novo e de novo, sem censuras!

 

Davi prega para si mesmo, se lembrando de quem Deus é e o que Ele já fez

Ao longo do salmo, diversos adjetivos ou características aparecem se referindo a Deus: justo, forte (rocha, fortaleza), poderoso, verdadeiro, benigno, presente, protetor, cuidadoso, compassivo, soberano, misericordioso, bondoso, atento… E podemos nos perguntar: Como Davi pode afirmar que Deus é misericordioso e, ao mesmo tempo, pedir para que Deus tenha misericórdia dele? Ou, como Davi diz que Deus é presente, mas pede para que ele incline os ouvidos? A verdade é que muitas vezes, durante o sofrimento ou os tempos de tristeza, nossa mente sabe muitas coisas sobre Deus, mas nosso coração não tem tanta certeza assim. Por isso é tão importante “pregar para si mesmo”, ou seja, relembrar quem Deus é, Seu caráter, Sua obra em nossas vidas. Veja como Davi lembra seu próprio coração das coisas que Deus fez no passado, ele diz a Deus: “tu me remiste”, “viu minha aflição”, “conhece a angústia”, “não me entregou nas mãos do inimigo”, “firmou meus pés”, “ouviu a súplica”, etc. Além de ler e se apegar à Palavra de Deus, tarefas simples como fazer listinhas de motivos de gratidão, ou ler orações antigas que Deus respondeu, ou mesmo conversar com pessoas que te lembram do que Deus já fez na sua vida podem ser úteis para enxergar a luz em meio às trevas.

Davi apoia-se nas promessas do que Deus fará

Davi também por diversas vezes utiliza verbos no futuro, afirmando o que Deus fará com ele. Talvez ele não sinta em seu coração tanta certeza agora, mas ele afirma e apoia-se no que Deus fará. Ele não tira essas promessas do nada, mas se apoia em promessas que o próprio Deus fez ao seu povo no passado. Veja algumas delas: “tu me conduzirás”, “tu me guiarás”, “tirar-me-ás do laço”, “eu me alegrarei”, “eu me regozijarei”, “tu me ocultarás da contenda”, “tu preservará os fiéis”… Sempre podemos (e devemos) nos apegar às promessas futuras de Deus, elas trazem alegria e esperança ao coração!

Davi encoraja e ajuda outros

Por fim, já encerrando o salmo, Davi conclama os leitores com verbos no imperativo, ele diz “amai o Senhor”, “Sede fortes”, “Revigore-se o coração”… e para quem são dirigidos esses encorajamentos? A “…vós todos que esperais no Senhor”. Esperar nem sempre é fácil, mas é assim que nossa fé aumenta, porque a fé é a “certeza das coisas que não se veem” (Hb 11:1). Assim, podemos perceber que não só Davi percorre esse caminho para lidar com a tristeza, mas ele também encoraja outros: nós! Ele nos ajuda a enxergar a esperança por trás da tristeza, oferecida pelo Senhor.

Da mesma maneira, mesmo sofrendo, podemos nos envolver na vida de outras pessoas. Essa ideia de que “você tem que estar bem para ajudar alguém” não condiz com as Escrituras. Não precisamos “estar bem” para ajudar, pois a ajuda que oferecemos não vem de nós mesmos, vem do próprio Deus! Nós recebemos ajuda de Deus, e ao mesmo tempo oferecemos a outros essa mesma esperança. Nós estamos em obras e, ao mesmo tempo, somos ferramentas para a obra que Deus está fazendo na vida de outros. Não espere “estar bem” para se envolver na vida das pessoas: envolva-se hoje! Sirva hoje, encoraje alguém hoje! Deus nos usa mais justamente quando estamos fracos (2 Co 12:10)!

Espero que o estudo desse salmo tenha sido tão proveitoso para você quanto foi para mim e para minha amiga. Que Deus te conduza em meio à tristeza e que ao invés de escondê-la, você possa aproveitá-la como uma oportunidade para conhecer e experimentar mais de Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0