Warning: include_once(/home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase1.php): failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/advanced-cache.php on line 20

Warning: include_once(): Failed opening '/home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/plugins/wp-super-cache/wp-cache-phase1.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/4/3f/f7/conselhosparameninas/public_html/wp-content/advanced-cache.php on line 20
PERDÃO: QUANDO OUTROS ME MACHUCAM – Conselhos para Meninas

Esta semana, em parceria com o blog Jovem Crente, falaremos sobre perdão. O Jovem Crente falará sobre o que fazer quando você peca contra alguém e nós falaremos sobre o que fazer quando alguém peca contra nós.


De uma coisa eu tenho certeza: alguém já te machucou! Falo isso por causa de uma simples verdade bíblica: “Não há nenhum justo, nem um sequer” (Romanos 3:10). Se não há nenhum justo, se todos nós erramos, logo, qualquer pessoa a minha volta tem a capacidade de me machucar. Mas o que fazer quando isso acontece?

  1. COLOQUE O FOCO EM DEUS

“Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém”. Romanos 11:36

Nossa tendência como pecadoras é desfocar nosso vida de Deus e focar nós mesmas. Na prática isso é demonstrado pela nossa preferência em nos afogar nas mágoas ao invés de gastar tempo em oração – por nós, pelo ofensor e pela situação – e leitura da Palavra. Ou seja, achamos melhor a acreditar na mentira do nosso conforto – vou fazer o que é mais fácil: chorar e me vitimizar – do que na solução: perdoar!

Por isso, quando alguém te machucar, lembre-se que você não deve ser o foco da situação, mas Deus!

  1. RECONHEÇA QUEM VOCÊ É

“Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu”. Romanos 12:3

Reconhecer quem você é está dentro do processo de “focar Deus”. Assim que você decide resolver a situação de forma que agrada a Deus, você entende que você e o ofensor tem o mesmo potencial de machucar alguém. Por quê? Porque vocês são pecadores (Rm 3.10,23)! Assim como o ofensor precisa da graça de Deus para não errar mais, você também precisa. Assim como ele precisa de misericórdia de outros, você também precisa. Assim como ele é imaturo em alguma áreas e precisa de crescimento, você também é. Assim como você precisa de perdão quando erra, ele também precisa!

  1. OFEREÇA PERDÃO AO OUTRO

“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo”. Efésios 4:32

Se você decidiu focar Deus e reconheceu quem você é, então o próximo passo é: perdoar! Para isso, quero explicar o que é perdão.

Na passagem bíblica sobre a parábola do servo impiedoso vemos que perdão é um evento, mas também um processo  (cf. Mt 18.21-35, principalmente no verso 19). Ao mesmo tempo em que há um momento em que se diz “eu perdôo”, há vários outros momentos em que esta decisão precisará ser lembrada, pois nosso coração peludo quer sempre nos vitimizar ao invés de solucionar a situação em Cristo.

Trazendo isso para a prática, perdoar, segundo Timothy Lane[1], é prometer:

  • “Não vou levantar essa ofensa de novo nem usá-la contra você.”

O único motivo para voltar a se referir à ofensa com o ofensor diz respeito ao propósito de reconciliação, não de vingança.

  • “Não vou fofocar nem difamá-lo por causa dessa ofensa.”

Um aconselhamento adequado pode ajudar a lidar com a ofensa cometida contra você. Isso muitas vezes é complicado porque somos tentados a fofocar com muita facilidade. Damos a melhor interpretação possível ao nosso lado da história e reservamos a pior para a outra pessoa.

  • “Não vou remoer essa ofensa.”

Não darei um replay no pecado do ofensor para saborear cada detalhe penoso.

Ou seja… perdoar verdadeiramente não é fácil, no entanto, é o nosso dever! Como Lane [2] disse sobre Mateus 5.38-41:

“‘Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil’. (Mt 5.38-41)

Mateus 5.38-41 nos chama a um padrão alto. Entretanto, essa passagem é muitas vezes mal-entendida e mal aplicada. Embora não seja uma passagem fácil de colocar em prática, ela não ensina que é preciso abrir caminho para que outros o maltratem e abusem de você! Ela nos convida a andar a segunda milha com as pessoas, mesmo as más. No aspecto prático, se alguém pecar contra você, deixe a vingança de lado, permaneça aberto para a possibilidade de reconciliação com o ofensor e faça-lhe o bem enquanto espera pelo resultado. É preciso dizer: “Estou disposto e aberto para ter um relacionamento justo e piedoso com você. Recuso-me a fechar a porta para esse relacionamento”. O contexto desses versículos chama o ofendido a um padrão altíssimo! É um tipo de amor que não é possível ter por nossas próprias forças. Apenas Deus pode operar esse amor em nós por Seu Espírito”.

Logo, se alguém te machucou, saiba: foque Deus, é nEle que podemos resolver toda e qualquer situação verdadeiramente de forma que O agrade; fazendo isso, você reconhecerá que da mesma forma como você precisa de misericórdia, o ofensor também; e então você poderá perdoar de verdade!

Que Deus nos ajude neste desafio!

[1] LANE, Timothy. Buscar e conceder perdão. Adaptado de https://conselhobiblico.com/2015/10/06/pedir-e-conceder-perdao-o-que-e-o-perdao/

[2] Ibid.

Publicado por Marilia Berti

Formada em licenciatura em Teologia com ênfase em Educação Cristã pelo Seminário Bíblico Palavra da Vida (2014), em bacharel em Teologia pelo Centro Universitário Filadélfia (2016), especializada em Aconselhamento Bíblico pelo Seminário Bíblico Palavra da Vida (2017) e estudante de Pedagogia na Cruzeiro do Sul (2018-2021). É missionária da Organização Palavra da Vida, onde trabalha como deã das alunas do seminário e auxiliar de marketing e é idealizadora do projeto Conselhos para Meninas (2013), que visa aconselhar e orientar biblicamente jovens moças, o que ocorre através do website e de palestras por todo o Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0