Nas semanas anteriores, vimos que a ansiedade pode ser gerada por: CULPA, MEDO, EXPECTATIVAS FRUSTRADAS ou por uma TENTATIVA DE CONTROLAR O FUTURO. Também chegamos à conclusão de que a ansiedade é pecado, pois: é fruto de um CORAÇÃO IDÓLATRA e INCRÉDULO, porque é IMPRODUTIVA e ME ROUBA O TEMPO, porque me faz PARECIDA COM O MUNDO e não com Cristo e também porque INVERTE PRIORIDADES e DISTORCE VALORES. Por último, buscamos estabelecer alguns parâmetros para que você pudesse identificar se está ou não sendo dominada pela ansiedade, que foram os seguintes: pensar se algo tem sido mais importante para você do que Jesus, pensar nas motivações e na forma como você faz planos, refletir na forma como você lida com as frustrações, e avaliar se seu corpo tem mostrado sintomas de alguém que está sendo escravizada pela ansiedade. Hoje nosso objetivo é identificar de que maneiras podemos lutar contra a ansiedade e vencê-la. Vamos lá?

Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.” (Efésios 4.22-24)

Este texto é muito útil para lutar contra qualquer tipo de pecado, pois nos ensina qual o caminho para a transformação de vida que Deus deseja fazer em nós. Em primeiro lugar, ele aponta para a necessidade de DESPIR-SE do velho homem. Esse verbo traz a ideia de tirar uma roupa, ou seja, abandonar as práticas que você tinha antes, parar de praticar, de fazer o que é pecaminoso. Em segundo lugar, o texto fala que temos que ser RENOVADOS no nosso modo de pensar. Isso significa racionalmente entender o pecado, como ele desagrada a Deus e como a vontade de Deus, ou seja, o caminho que Deus aponta como correto, é melhor, superior e mais benéfico para mim mesma. Isso envolve o que Paulo chama de “levar cativo todo pensamento a obediência de Cristo” em 2 Co 10.5, ou seja, compreender a superioridade das promessas eternas de Deus em relação às promessas passageiras do pecado. Por último, o texto diz que temos que nos REVESTIR do novo homem, trazendo a ideia de vestir uma roupa nova. Isto significa que devemos colocar em prática novas atitudes que substituam aquelas que tínhamos quando incrédulos. Não adianta tirar os móveis velhos e limpar a casa sem substituir por novos móveis. Da mesma forma, se você não colocar em prática novos hábitos que agradam a Deus, vai acabar voltando aos que estava habituada antes, os hábitos do mundo.Vamos agora ler esse próximo texto tendo em mente esse caminho: DESPIR, RENOVAR e REVESTIR:

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus. Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4.6-8)

DESPIR: “Não andem ansiosos

Chegando a esse ponto pode parecer meio óbvio, ma